< voltar para o Blog

Por que as carreiras contábeis e tributárias são tão promissoras?

Em janeiro deste ano, uma pesquisa divulgada pela revista Você S/A mostrou que sete das 38 carreiras mais promissoras do país hoje estão no universo das áreas contábeis, financeiras ou tributárias.

Além de Controller, uma posição que expressa a atuação desses profissionais nas empresas de hoje, a lista também têm os cargos de Líder em Planejamento Financeiro, Diretor Financeiro, Especialista em Planejamento Financeiro, Analista Contábil, Analista de Finanças Estruturadas e Especialista de Controles Internos, Risco e Compliance.

Além das relações óbvias entre as carreiras, a publicação destacou que em todas elas a procura é por profissionais com diferentes visões estratégicas dos negócios em que estão envolvidos. A revista também pontuou, mesmo antes do coronavírus chegar ao Brasil e de se tornar uma pandemia, que contadores, advogados tributários e líderes de finanças seriam os principais ativos de suas empresas em contextos de crise e, em paralelo, de acirramento da concorrência do mercado.

Meses antes da Você S/A, o tradicional Guia Salarial da consultoria de RH Robert Half, apontou que carreiras como a de Analista de Investimentos e Gerente de Auditoria e Compliance, entre outros, também figuraram entre as mais vantajosas e demandadas pelas empresas. Na visão da pesquisa, no entanto, para além do olhar estratégico, esses profissionais deveriam levar consigo um potencial de transformar negócios por meio de ferramentas tecnológicas – e, em alguns casos, de liderarem processos de transformação digital.

Esses números e previsões não são triviais: a área contábil, por exemplo, é uma das que mais oferecem oportunidades no Brasil: 93,8% dos profissionais de contabilidade estão formalmente empregados hoje, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Todos esses dados ainda expressam o apelo positivo das áreas de atuação no fato de o curso de Ciências Contábeis ser o quinto mais procurado entre as formações universitárias no país, segundo o Censo da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC).

A presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRC-RS), Ana Tércia – que também é professora do curso da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), afirmou recentemente que o crescimento deste mercado está atrelado principalmente aos diversos perfis demandados pelas empresas no contexto empresarial atual.

"Hoje existem influenciadores digitais da contabilidade e outras séries de ações que são da modernidade. O fato de ser contador não condena mais ninguém a trabalhar o resto da vida em um escritório", disse ela em entrevista ao Jornal do Comércio.

Nosso sócio-diretor, Rafael de Brittos Brito, contador, defende que o mercado de trabalho contábil e tributário está aquecido porque o contador se tornou um profissional de grande relevância na gestão e estratégica da empresa, deixando de ser visto apenas como cumpridor de obrigações fiscais e emissor de guias.

 “O movimento de profissionalização das empresas e pandemia levaram as empresas a buscarem maior exatidão em suas informações, indicadores e entendimento do negócio, e nesses temas o profissional contábil possui não só bagagem, mas uma vontade adormecida de ser ‘front’” na empresa onde atua”, Rafael de Brittos Brito

Para Rafael, as grandes empresas ampliaram mercado com o apoio desse profissional e agora a busca por profissionais qualificados foi acentuada. “As grandes empresas tornaram-se o que são após esse tipo de movimento e agora tudo isso está atingindo as médias empresas, levando-as à contratação de contadores com olhar voltado à gestão”.

A área tributária, por sua vez, aparece não apenas como tendência entre contadores, mas também como um dos grandes setores de atuação jurídica. Em uma lista publicada ainda no começo do ano, a revista Exame colocou o Advogado Tributário como uma das oito posições mais promissoras da prática do Direito para os próximos anos, ao lado de carreiras como Gerente de Compliance, Diretor de Proteção de Dados – por causa da nova LGPD – e Advogado de Criptomoedas.

De acordo com a publicação, o Advogado Tributário é fundamental em empresas que buscam, em compliance com a complexa legislação brasileira, maneiras vantajosas de manusear diferentes tributos (como é o caso da estratégia de compensações cruzadas ou de utilizar créditos de Pis e Cofins de ações judiciais, por exemplo), sem deixar de procurar oportunidades tributárias, como incentivos fiscais de diferentes instâncias governamentais ou potencialidades em relações comerciais de importação e exportação.

Além disso, a Exame ainda aponta que esse papel será cada vez mais crucial entre as organizações por causa da iminente Reforma Tributária, hoje uma das grandes discussões públicas em tramitação no Congresso Nacional.

Para além das carreiras, o que as pesquisas apontavam antes da crise de covid-19 se tornou ainda mais forte depois dela: as áreas contábil e tributária se tornaram pilares da maioria das empresas em um contexto econômico adverso – seja encontrando limites e potencialidades de negócios, otimizando o fluxo de caixa com estratégias paralelas às usadas normalmente, utilizando alternativas tributárias para dinamizar as receitas e potencializando possibilidades de mercado.

Um mercado 4.0?

Um dos argumentos mais comuns para a evidenciar a relevância das áreas contábil e tributária hoje é a transformação digital – que vem sempre simbolizada pelo número 4.0 (contabilidade 4.0, por exemplo).

Mas o que isso significa?

De forma sucinta, diz respeito ao crescimento veloz de soluções tecnológicas que, principalmente durante a crise da covid-19 no Brasil e no mundo, levaram inovações e mudanças estruturais às empresas justamente para que elas permanecessem operantes e competitivas no cenário crítico do isolamento social. A retração econômica e a lenta recuperação agora mostraram às organizações a posição estratégica que esses profissionais – e suas novas ferramentas – ocupam e continuarão exercendo no futuro próximo.

Dessa forma, o que vimos ao longo dos últimos meses foram contadores, tributaristas, controllers e analistas trabalhando em conjunto com seus clientes por meio de plataformas online, utilizando tecnologias para analisar desempenhos, manusear custos e reduzir riscos ligados aos seus negócios e o crescimento de soluções baseadas na nuvem, que promovem segurança e uniformidade a dados importantes – que oferecem uma capacidade de coleta e análise de informações muito maior.

Para existir em um cenário totalmente novo, o mercado demanda ainda profissionais que estejam alinhados com as novidades, isto é, que tragam consigo não apenas os pilares da formação contábil ou tributária e que possuam visão estratégica, mas que também estejam prontos para inovar dentro de um ambiente que vive uma das maiores transformações em décadas.

Você está preparado para viver tudo isso?