< voltar para o Blog

Planejar é preciso

A fórmula é simples: quem paga menos impostos tem preços mais competitivos. E com o controle cada vez mais intenso do Fisco às movimentações das empresas, para cobrar tributos incidentes sobre as operações, a saída mais eficiente e segura é o Planejamento Tributário. 

Planejar é antecipar a realidade através da construção de um referencial futuro. Planejamento tributário, portanto, é um estudo amplo e minucioso da gestão tributária da empresa, com o objetivo de identificar meios lícitos de redução da carta tributária que incidirá nos períodos subsequentes ao planejamento. Assim, por mais que as férias já estejam à vista, o final/começo de ano é o momento ideal para planejar o futuro de sua empresa.

Voltando à questão de competitividade, quanto mais competitivo é o mercado, mais as empresas buscam alternativas de eficiência tributária. É uma questão de sobrevivência. As oportunidades de elisão fiscal são inúmeras e existem para empresas de todos os portes e segmentos. É preciso vasculhar legislações, normas, portarias, jurisprudências, entre outros, para encontrar a melhor alternativa para cada tipo de empresa.

Um bom começo é a análise do enquadramento tributário, conforme a atividade, faturamento e resultados da empresa. Ao contrário do senso comum, nem sempre a tributação pelo SIMPLES é a forma menos onerosa de pagar seus tributos. Através de um diagnóstico simples, um profissional qualificado, com competências em contabilidade e fiscal, é capaz de determinar se os regimes do Lucro Presumido e, sobretudo, o Lucro Real são benéficos para sua empresa. Esses resultados, muitas vezes, podem ser surpreendentes.

Planejamento tributário é um investimento seguro e com excelente retorno. Benjamin Franklin já dizia: “Nada é mais certo do que a morte e os impostos”. Que tal então, aproveitar mais a vida e pagar menos impostos? Pense nisso.
Até o próximo imposto, quero dizer, artigo…

 

Funcional Consultoria