< voltar para o Blog

O novo eSocial altera as rotinas de RH?

Primeiro, a polêmica: o governo informou a extinção do eSocial. Depois, a análise: o governo iria pôr fim a um sistema que levou anos para ser projetado e implantado e que demandou uma série de investimentos em desenvolvimento de sistemas, implantação, treinamento e capacitação de pessoal? Agora que o governo explicou as mudanças anunciadas sobre o eSocial, é hora analisar os impactos que essas alterações irão causar nas rotinas administrativas.

Minhas rotinas já mudaram?

O novo eSocial não muda nada nas rotinas, por enquanto. 
As empresas do 1º e 2º grupos devem continuar fechando suas folhas no eSocial;
Já as empresas dos grupos 3 e 4, a orientação é aguardar os novos cronogramas.

O eSocial acabou? 

Não. O eSocial não está suspenso. Os prazos de envio de informações continuam vigentes. A diferença é que novos dados e novas fases não serão solicitados até a mudança para o novo sistema. 

Novo eSocial: o que é?

Substituição do atual sistema por dois e alterações na exigência de informações de trabalhadores que são lançadas por empregadores no sistema. Campos opcionais e eventos considerados redundantes serão excluídos.

Dois sistemas em vez de um?

O eSocial será substituído por dois sistemas. Informações trabalhistas/previdenciárias serão lançadas em um sistema e as informações tributárias em outro. 

O novo eSocial já está em vigor?

As mudanças anunciadas começam a vigorar em jan/2020, segundo o governo. Até lá, o governo prometeu revisar o leiaute e flexibilizar regras.

 

Comunicação Funcional Consultoria

 

Conteúdos relacionados:

As últimas mudanças do eSocial na visão do auditor fiscal do trabalho.

Fim do eSocial: argumentos equivocados geram insegurança.

eSocial muda rotina das empresas, terceirização é o caminho?