< voltar para o Blog

O futuro do RH pós-pandemia

Um dos grandes desafios que o Recursos Humanos enfrentou em 2020 foi a transição dos escritórios físicos para o trabalho remoto. Enquanto algumas empresas já tinham estrutura para fazer essa mudança, outras tiveram que empreendê-la em meio à pandemia mais grave do século.

A flexibilidade parece dar a tônica não apenas dos regimes que já existiam, mas também de novas contratações.

Para Priscyla Laham, Vice-Presidente de Vendas da Microsoft, esse é o modelo do RH do futuro: "Muitas empresas entraram na pandemia preocupadas em como abrir acessos aos seus sistemas e, mais do que isso, como fazer esse processo com segurança. Hoje, com certeza, elas percebem as vantagens de serem móveis", disse.

Adriano Moura, Diretor de Vendas da LG - lugar de gente, concorda: "Se alguns dos nossos clientes já são da chamada geração cloud, outros sofreram para manter suas operações de RH no regime remoto - e tiveram até que quebrar o isolamento social para certos procedimentos, por exemplo. Isso não deve acontecer novamente porque mesmo esses se tornaram flexíveis".

Qual será o lugar da tecnologia no Recursos Humanos pós-coronavírus?

Nós fizemos essa pergunta aos representantes da Microsoft e da LG lugar de gente.

Adriano Moura, Diretor Comercial da LG - lugar de gente, disse esperar que regimes mais flexíveis de trabalho — intermediados por plataformas e soluções inteligentes — comecem a dar a tônica das relações entre empresas e colaboradores daqui em diante.

Já Priscyla Laham, Vice-Presidente de Vendas da Microsoft Brasil, observa na Inteligência Artificial o grande salto em direção ao futuro que se aproxima. "Ela vai ampliar a capacidade humana — e é por isso que é tão revolucionária".

diretor da nossa vertical trabalhista, Fábio Carvalho, por sua vez, apontou como o avanço da tecnologia no Recursos Humanos caminha hoje em paralelo com uma postura cada vez mais próxima das empresas com as pessoas que nelas trabalham.

Se você não conseguiu comparecer ao nosso webinar e entender melhor todas essas reflexões, ainda é possível assisti-lo ou ouvi-lo no nosso canal do Youtube.