< voltar para o Blog

Como identificar oportunidades tributárias?

Saber identificar oportunidades tributárias para a empresa é uma forma de obter um fluxo de caixa mais positivo e, consequentemente, melhor retorno financeiro para acionistas e para o negócio. Em tempos de crise econômica, como a que vivemos em decorrência do novo coronavírus, essa estratégia é essencial para reduzir os impactos atuais e se fortalecer para o cenário futuro.

Assim, o termo “novo normal”, que já conquistou as áreas de recursos humanos e gestão administrativa, chegou ao setor tributário. O que se espera daqui para frente é que as empresas foquem ainda mais na redução de custos e no fortalecimento do caixa por meio da otimização tributária. 

Nesse sentido, é fundamental manter-se atualizado e alinhado às novidades do mercado para identificar as oportunidades disponíveis. Para reduzir a carga tributária é preciso estar em compliance, ou seja, cumprir a legislação. Firmar parcerias com consultorias e profissionais especializados é essencial, pois é preciso ter experiência e conhecimento das determinações legais, pois não se trata de pagar menos impostos, e sim o que é permitido pela legislação de forma correta.

O momento da pandemia de Covid-19 é também repleto de oportunidades para obtenção de crédito financeiro, o que pode ser o caminho para organizações que estão sendo negativamente impactadas pela crise e que buscam uma forma de se manter operantes. Porém, deve-se ter cuidado na identificação dessas opções e na gestão.

Veja, a seguir, os pontos mais importantes para identificar as oportunidades tributárias.

Faça um diagnóstico interno

Para saber como se adequar às tributações do mercado que são impostas para o setor da sua empresa é fundamental conhecer a própria operação. Ou seja, entender quais serviços e produtos são oferecidos, quais são os processos produtivos e logísticos e conhecer o contrato social e outros documentos jurídicos.

Além disso, é preciso focar em um diagnóstico do próprio departamento, o que inclui análises de documentos fiscais, tributações sobre os produtos e serviços, impostos (municipais, estaduais e federais), incentivos fiscais e obrigações acessórias.

A indicação é que se faça um levantamento dos últimos cinco anos para avaliar se houve pagamentos extras que possam ser recuperados e melhorar o fluxo de caixa.

Mantenha-se atualizado

A quantidade de normas e leis que são publicadas anualmente é muito grande, e o fato de cada setor ter suas especificidades demanda uma atenção cuidadosa por parte das empresas. Nesse sentido, a contratação de uma consultoria tributária permite que a equipe interna receba em mãos as atualizações específicas para o sucesso do negócio enquanto seus colaboradores podem focar os esforços nas atividades estratégicas e cotidianas. 

Organize os documentos

Além de conhecer o negócio e fazer um bom diagnóstico interno, é fundamental que os documentos contábeis estejam organizados. É muito comum encontrar falhas no balanço financeiro e no Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE), tais como falta de padronização e de estrutura e pouco detalhamento das contas.

Especificamente no DRE deve-se ter uma definição bem clara do que é custo e do que é despesa, pois é uma confusão que distorce o lucro e a margem bruta da empresa. Quando esses documentos estão organizados e atualizados, é muito mais fácil visualizar as tributações que são aplicadas e obter redução legal da carga que incide sobre o negócio.

Crie um planejamento

Quando as três etapas anteriores são feitas com sucesso fica muito mais fácil criar um planejamento tributário adequado ao porte e à realidade da organização, principalmente em um momento de dificuldades econômicas para o mercado internacional, ou até mesmo aumento de demanda para alguns segmentos.

O principal objetivo dessa consolidação não é reduzir o recolhimento de impostos, mas sim recolher o que é correto, o que é muito mais fácil de atingir quando se conhece as regras e leis  que regem o negócio. Deve-se ter em mente que fazer uma boa gestão financeira desses pagamentos é uma estratégia oficial de negócio, e não um atalho para burlar o sistema.

Portanto, o grande diferencial para identificar as oportunidades tributárias é conhecer o segmento de atuação e contar com a ajuda de profissionais que entendam das especificidades legislativas e tributárias. Dessa forma, a organização tem maior probabilidade de obter benefícios fiscais, mantendo-se sempre dentro da lei e apresentando resultados positivos de caixa.