< voltar para o Blog

Cascavel e região possuem R$ 250 milhões de oportunidades em benefícios fiscais

Estudo realizado pela Becomex aponta que empresas da região oeste pagam mais do que deveriam em impostos por não aproveitarem benefícios fiscais e aduaneiros concedidos pelo governo. 

Análise: 120 empresas do oeste do Paraná poderiam utilizar benefícios fiscais

A Becomex – empresa de consultoria e tecnologia especializada na área tributária, fiscal e aduaneira – aponta que a cidade de Cascavel e região possuem cerca de R$ 250 milhões em oportunidades de benefícios fiscais a serem utilizadas pelas empresas locais.

De acordo com a avaliação, são mais de 120 empresas na região que podem buscar esses benefícios ao utilizar a gestão tributária de forma estratégica. A região tem uma estrutura muito forte com a indústria agroalimentar com grande influência das cooperativas. Dentre os principais segmentos estão: agroindústria, indústria e serviços.

“O Paraná possui muito potencial a ser explorado com uso de benefícios fiscais, por isso apostamos na região oeste do estado e também na capital Curitiba, onde ampliamos recentemente a nossa filial”, diz o vice-presidente da Becomex, Paulo Paiva.

Com uma filial já inaugurada em Curitiba, a Becomex está ampliando sua atuação também no oeste do Paraná, com foco em Cascavel e região em conjunto com a Funcional Consultoria – consultoria tributária com bagagem trazida de segmentos como agrobusiness, transporte, indústria e serviços. 

O objetivo é auxiliar as empresas a realizarem uma gestão tributária mais estratégica, utilizando integralmente os benefícios fiscais proporcionados pelo governo. 

Só no setor de exportações, a região oeste atinge cerca de R$ 1,7 bilhões. “Com mais esforços no interior do estado, podemos ajudar a impulsionar ainda mais a economia local e fomentar o crescimento da região”, afirma Paiva.

Metade das empresas exportadoras pagam mais impostos do que deveriam

Segundo análise da Becomex, mais de 50% das empresas exportadoras no Brasil pagam mais impostos do que deveriam por não aproveitarem completamente os benefícios fiscais e aduaneiros concedidos pelo governo e muitas delas não sabem o quanto que poderiam economizar com o pagamento de impostos e tributos. 

Além disso, de acordo com dados do Banco Mundial, o Brasil possui cerca de 85 obrigações (entre impostos, contribuições e taxas) provenientes de 27 estados e mais de cinco mil municípios com legislações diferentes. Em média, são 30 novas regras tributárias por dia, ou seja, mais de uma por hora.

“As empresas gastam muitas horas para atender às diversas legislações e regras que envolvem as obrigações fiscais. Com isso, a avaliação mais estratégica sobre a utilização dos benefícios acaba não sendo prioridade. Porém, o uso correto dos mecanismos para reaver créditos pagos em impostos pode impactar nos custos finais das empresas e contribuir para o aumento do fluxo de caixa”, explica o vice-presidente da Becomex, Paulo Paiva.

Fonte: Technews Paraná - Mundo Corporativo e Tecnologia, com adaptações.