< voltar para o Blog

A pluralidade e as diferenças culturais dentro da empresa

<p class="p1">Considerando o&nbsp;status-quo&nbsp;no contexto de mundo globalizado, as diferen&ccedil;as culturais se fazem presente nas empresas, escolas, pol&iacute;tica, entre outros. Os indiv&iacute;duos possuem diversas vari&aacute;veis, como f&iacute;sicas, pol&iacute;ticas, culturais, religiosas, morais, tradi&ccedil;&otilde;es, &eacute;tica, etc., assim chamadas de<strong> pluralidade de culturas</strong>.</p> <p class="p1">A <strong>pluralidade cultural</strong> pode promover entre seus colaboradores o surgimento de novos objetivos com o mesmo interesse nas organiza&ccedil;&otilde;es. Por outro lado, pode ser motivadora de conflitos de interesse, pois cada indiv&iacute;duo tem que aprender a conviver com as diferen&ccedil;as, sem que elas representem uma amea&ccedil;a, considerando que a conviv&ecirc;ncia humana &eacute; complexa e que, por sua vez, interagem e preservam entre si de forma din&acirc;mica e de acordo com as condi&ccedil;&otilde;es do ambiente.</p> <h2 class="p1">Pluralidade cultural: qual &eacute; o papel da empresa?</h2> <p class="p1">Os indiv&iacute;duos nem sempre disp&otilde;em de uma boa flu&ecirc;ncia na <strong>comunica&ccedil;&atilde;o interpessoal</strong>.&nbsp;A comunica&ccedil;&atilde;o torna-se um mecanismo fundamental para a intera&ccedil;&atilde;o na diversidade cultural. Vale ressaltar, ainda, que uma empresa que n&atilde;o consegue comunicar-se de forma clara n&atilde;o obt&eacute;m o sucesso esperado.&nbsp;</p> <p class="p1">As empresas n&atilde;o podem ser obsoletas, precisam modificar suas filosofias, reconhecer as diferen&ccedil;as e responder a elas de maneira a assegurar a produtividade, sem cometer discrimina&ccedil;&atilde;o de situa&ccedil;&otilde;es ou pessoas consideradas diferentes durante a conviv&ecirc;ncia di&aacute;ria no ambiente de trabalho.</p> <p class="p1">Os indiv&iacute;duos precisam desenvolver habilidades para facear as diferen&ccedil;as de <strong>cultura organizacional.</strong>&nbsp;Nem sempre as pessoas t&ecirc;m facilidade em buscar&nbsp;aperfei&ccedil;oamento &agrave; medida que a evolu&ccedil;&atilde;o que acontece. O objetivo dentro dessa l&oacute;gica &eacute; que todos possam ser tratados com <strong>igualdade</strong> e respeito.</p> <p class="p1">A pol&iacute;tica de <strong>cotas</strong> para minorias nas empresas &eacute; uma forma de <strong>inclus&atilde;o social.</strong>&nbsp;Quando a organiza&ccedil;&atilde;o utiliza esse tipo de estrat&eacute;gia para tratar a diversidade, pode-se dizer que o quadro funcional fica diversificado, mas o tipo de trabalho n&atilde;o.</p> <p class="p1">A <strong>diversidade</strong> &eacute; percebida como uma quest&atilde;o ampla e a express&atilde;o&nbsp;diversidade no ambiente de trabalho&nbsp;pode se referir a quaisquer caracter&iacute;sticas que tornam as pessoas diferentes umas das outras.&nbsp;</p> <h2 class="p1">Qual o papel do l&iacute;der para promover a diversidade?</h2> <p class="p1">A melhor maneira de se fazer a inclus&atilde;o e a atrav&eacute;s do <strong>conhecimento</strong>, da capacita&ccedil;&atilde;o e experi&ecirc;ncias de ambos. Nem sempre os <strong>l&iacute;deres</strong> est&atilde;o preparados para descobrir os talentos que existem dentro das organiza&ccedil;&otilde;es. N&atilde;o basta apenas o l&iacute;der entender de <strong>neg&oacute;cios</strong>, &eacute; preciso tamb&eacute;m entender de pessoas, o que o torna um facilitador para tratar da pluralidade e diferen&ccedil;as culturais.</p> <p class="p1">De forma ampla podemos explanar a quest&atilde;o da diversidade a partir da compreens&atilde;o que a pluralidade cultural que pode trazer conhecimentos e vis&otilde;es diferentes sobre o trabalho a ser feito e que pode possibilitar ideias inovadoras para alcan&ccedil;ar as <strong>metas da organiza&ccedil;&atilde;o</strong>.</p> <p class="p1">Quando a organiza&ccedil;&atilde;o est&aacute; aberta para a valoriza&ccedil;&atilde;o da diversidade, seja por bagagens culturais, caracter&iacute;sticas ou personalidade, esses fatores podem ser agregadores para as organiza&ccedil;&otilde;es, visto que se trata de tirar proveito das diferen&ccedil;as e n&atilde;o apenas a ades&atilde;o da pol&iacute;tica de cotas de forma altru&iacute;sta.</p> <p class="p1">O <strong>melhor l&iacute;der</strong> n&atilde;o &eacute; o que gerencia ou entrega o resultado com base em suas metas, mas aquele que tem capacidade de gerir pessoas, despertar o que tem de melhor em cada colaborador, considerando suas diferen&ccedil;as e limita&ccedil;&otilde;es e acreditando no seu potencial.</p>

 

Roseli Rodio – Psicóloga – Consultora Trabalhista e Previdenciária